Prefeito Neodir Saorin é suspeito de corrupção


Por oito votos a favor e uma abstenção, a Câmara Municipal de Goiatins aprovou a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar várias denúncias de irregularidades que teriam sido cometidas pelo prefeito Neodir Saorin (PSDB).

Segundo o presidente da Câmara, vereador Vinicius Donnover (DEM), várias irregularidades foram identificadas na prestação de contas do prefeito do ano de 2009, entre elas o uso de notas fiscais falsas, notas fiscais clonadas e pagamentos por serviços que não foram executados.

“Constatamos que o prefeito utilizou notas clonadas. Fomos atrás das empresas que constam nas notas e descobrimos que algumas não existem. Além disso, ele realizou vários pagamentos para empresas que não prestaram serviços à prefeitura. São denúncias gravíssimas”, afirmou o presidente da Câmara.

Ainda segundo Donnover, os vereadores calculam que apenas com as supostas irregularidades cometidas em 2009, o prejuízo aos cofres públicos chegue a R$ 500 mil. “Tem recursos federais para a merenda escolar, para compra de remédios”, informou. Os vereadores protocolaram denúncias na Polícia Federal, Ministério Público Estadual e Delegacia de Polícia Fazendária do Estado.

A CPI das notas frias é integrada pelos vereadores Charlivan Duarte (DEM), que será o presidente, Cassio Ribeiro (PSB), que será o relator, e Rilmar dos Santos (PMDB). Eles terão 90 dias para realizar os trabalhos de investigação das denúncias de apresentarão um relatório, que será submetido à votação na Câmara. Dependendo das investigações, o prefeito Saorin poderá sofrer impeachment.


Via: Portal CT

3 comentários

  1. Parabens vereadores continue fazendo o seu papel.Goiatins precisa levar mais a questão da corrupção.

    ResponderExcluir
  2. precisamos de políticos mais comprometido com bem estar de goiatins.

    ResponderExcluir