Governador abre colheita da soja safra 2012 em Campos Lindos

O Governador Siqueira Campos participou na manhã desta sexta-feira, 9, da abertura da colheita de soja 2012 da Fazenda Santos Dumont e da Associação Planalto, dos produtores da Serra do Centro, em Campos Lindos. Participaram do evento a primeira dama Marilúcia Uchoa de Siqueira Campos, o ex-Ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, os senadores Vicentinho Alves e Blairo Maggi e o deputado federal Irajá Abreu. Também estiveram presentes o Secretário Nacional de Turismo, Fábio Rios Mota, o Diretor Nacional de Programa Regionais de Turismo, Carlos Henrique Meneses Sobral, o secretário executivo da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário, Ruiter de Pádua, o presidente do Naturatins, Alexandre Tadeu e pelo superintendente regional do Banco do Brasil, Roberto Cavaliere.

A comitiva foi recepcionada pelo presidente da Associação Planalto, João Benício Cardoso, proprietários da Fazenda Santos Dumont, Raimundo Nonato Brasil e Carlos Alberto de Sá e por produtores locais, entre eles Vilfrido Marques, Gilmar Mendes e Luis Otávio Dalpasquale, que recebeu uma placa em homenagem a seu pai, e Dejandir Dalpasquale, ex-ministro da Agricultura. A mesma homenagem foi prestada ao Governador Siqueira Campos, ex-ministro Silas Rondeau, senadores Vicentinho Alves e Blairo Maggi e senadora Kátia Abreu (o deputado Irajá Abreu recebeu em nome de sua mãe).

O Governador Siqueira Campos comandou uma das colheitadeiras que iniciaram, simbolicamente, a colheita da safra de soja 2012 em Campos Lindos. A região chegou a exportar em 2003, 69,17% da soja de todo o Estado. Apesar do crescimento do plantio da oleaginosa em várias regiões do Estado, Campos Lindos ocupa lugar importante nas exportações tocantinense, alcançando em 2011 o percentual de 42,06% de toda a soja exportada. Foram 298.023 toneladas de soja, que geraram divisas de 147 milhões e 878 mil dólares.

Siqueira Campos acenou para os produtores de Campos Lindos com iniciativas do Estado que possam facilitar o escoamento da produção, como o término o mais rápido possível da ponte sobre o Rio Tocantins, em Barra do Ouro, e o asfaltamento de do que resta da ligação entre Campos Lindos e Barra do Ouro e a melhoria do acesso de Campos Lindos a Recursolândia, o que permite a interligação com a BR-153 em Presidente Kennedy.

Fonte: Surgiu



.

Nenhum comentário