Assaltantes Mortos: Bandido usava documentos falsos - Polícia identifica verdadeiras identidades dos assaltantes do BB

Antonio Morais - CNH Falsa

A Polícia Militar de Carolina-MA matou, neste sábado, 07, nas proximidades do Povoado Taboquinha - 22 km de Carolina, no sentido Goiatins (TO) -, mais dois assaltantes da agência do Banco do Brasil de Carolina – ação ocorrida no último dia 30 de março. Os dois marginais se encontram no necrotério do Hospital Municipal de Carolina e a Polícia divulgou apenas o nome de um dos assaltante - é Antonio Morais, conhecido como Galego (em alguns lugares Toninho da Patioba),  Antonio usava documentos falsos em nome Miguel Domingos de Sousa, 45 anos (08/03/67), de Belém do Pará, - com ele foi localizado uma CNH, do Detran-PA, contendo documentos falsos de identificação.

O outro assaltante morto é Leonardo Alves da Silva, 28 anos. Com eles foram encontrados R$ 106 mil reais em cédulas utilizáveis, mas o delegado Sidney Oliveira informou que a quantia pode ser em torno de R$ 140 mil - pois muitas cédulas estão bastante molhadas, dificultando a contagem - realizada pelo funcionário do BB de Carolina Tércio Medeiros. Até agora, foram R$ 490 mil recuperados do assalto ao Banco do Brasil de Carolina.

A polícia ainda não divulgou de onde são os dois assaltantes mortos. Galego foi posto em liberdade após assalto em Colinas do Maranhão, em 2005. A desembargadora Anildes de Jesus Bernardes, da 2ª Câmara Criminal, assinou a soltura do marginal. Galego é irmão de outro assaltante de banco, Pedro Morais, o Tomate, que realizaram juntos assalto ao Banco do Brasil de São Domingos do Maranhão. Galego fugiu da penitenciária de Pedrinhas, em São Luís, em 2009 - tem extensa vida no crime.


Os policiais da 2ª Companhia de Policiamento de Carolina, sob o comando do capitão Hailton Nascimento, trocaram tiros com os assaltantes e os alvejaram - levando-os à morte. Foram encontrados ainda com os assaltantes mortos dois aparelhos celulares, um fuzil AM-16, uma PT40, uma escopeta 12, um révolver calibre 38 e uma bolsa repleta de carregadores das armas.

Agora, são três assaltantes mortos - um no primeiro dia da ação de perseguição policial aos bandidos (Jeferson Carvalho da Costa, de Presidente Dutra - MA) e hoje (07) mais dois. Além de André de Brito Sousa, conhecido com Bebé, de Açailândia (MA), baleado pela Polícia do Tocantins, na quinta-feira, dia 05, nas proximidade da cidade de Goiatins (TO) e transferido para Araguaína (TO), onde foi levado para um hospital e permanece preso naquela cidade..