Após nove anos, acusado de ser o mandante do assassinato do ex-prefeito de Campos Lindos deve ir a julgamento em junho.




Após nove anos do assassinato do ex-prefeito de Campos Lindos Deusimar Soares Santana,  em 2003 na cidade de Araguaína, o acusado de ser o mandante do crime deve ir a julgamento  no dia 26 de junho a partir das 8 horas.

De acordo com Sonaira sobrinha de Deusimar, o mandante do crime seria, Gilson Alves de Araújo, também ex-prefeito do município no mandato de 2000 a 2004. " Somente após 9 anos é que o julgamento do mandante vai acontecer. A demora no julgamento aconteceu porque ele era prefeito da cidade e por isso tinha prioridade. O assassino, Benedito de Souza Oliveira, que foi julgado e condenado à 18 anos foi solto ano passado. Acho isso um absurdo, até porque ele foi condenado e não cumpriu a pena. Para mim isso é falha da justiça deixar um acusado solto para cometer mais crimes”, desabafou.

Suposta motivação

Segundo Sonaira, o assassinato teve motivação política. “Na época os dois estavam disputando as eleições para prefeito da cidade. Como no ano de 2002 todos os candidatos do meu tio venceram as eleições o Gilson se sentiu coagido e cometeu o crime”, informou.

 Ainda segundo as informações da sobrinha do ex-gestor, o crime aconteceu na cidade de Araguaína, na residência do ex-prefeito.  Na ação, segundo as informações, os suspeitos utilizaram um carro Palio, cor cinza, com placa de São Paulo para chegar até a residência onde teria sido disparado um tiro de espingarda que atingiu o rosto do ex-prefeito.


Fonte: Roberta Tum