Em evento na capital, Siqueira Campos puxa orelha de jornalista


Um fato inusitado ocorreu no último sábado, durante um evento realizado pelo Governo do Estado, para a entrega de títulos de propriedade no Centro Comunitário da 1.306 Sul. O jornalista do Portal T1 Notícias, Eduardo Azevedo, foi simplesmente perguntar ao governador Siqueira Campos, sobre como estaria a sua relação com a senadora Kátia Abreu (PMDB). Nada demais, até aqui.

Mas a resposta veio com uma atitude nada convencional para quem é governador de um Estado. Segundo o Portal T1 Notícias, o chefe do Executivo se aproximou do repórter e zangado esticou os braços puxando suas duas orelhas, uma com cada mão.“Não é isso que tá em voga aqui. Eu tenho relações com todo mundo. Pelo amor de Deus fofoca não meu querido, fofoca não meu filho. Imprensa (noticie) sobre o fato aqui. Não quero conversa”, disse Siqueira ainda segurando a orelha do repórter.

Ainda segundo o Portal, antes de sair do Centro, o governador ainda direcionou a palavra ao jornalista. “Quer estragar o momento, vou chamar o povo e colocá-lo contra você”, finalizou o chefe do Executivo antes de deixar o local.

O repórter do T1 Notícias disse que já havia ouvido Siqueira sobre a entrega dos títulos de propriedade e que queria complementar o seu trabalho questionando o governador sobre como estaria sua relação com a senadora, sua aliada até então e que no mês passado deixou a base aliada do governo e se filiou no PMDB, principal partido de oposição. “Eu também faria uma pergunta sobre o concurso, mas como ele ficou irritado com a primeira pergunta não tive como questioná-lo. Foi um pouco constrangedor por ter ocorrido no meio de todo mundo que estava no local. Eu estava de plantão no sábado, apenas fazia o meu trabalho”, completou Azevedo para o Portal.

(informações T1 Notícias)