Justiça federal entra na investigação do acidente que matou três indígenas

Documento enviado à Procuradoria aponta embriaguez do motorista.
O acidente aconteceu na BR-010, próximo à Barra do Ouro.



Depois das investigações sobre o acidente que matou três indígenas e deixou 20 feridos, no mês passado o Ministério Público Estadual de Goiatins enviou um documento para Polícia Federal no Tocantins. As péssimas condições do caminhão que transportava o grupo e o estado de embriaguez do motorista são algumas das irregularidades apontadas no documento. Com essas denúncias o caso passa a ser investigado também pela justiça federal.

O parecer do Ministério Público afirma também que a Funai foi omissa no caso e que os direitos dos indígenas foram violados. A partir de agora a Justiça Federal deve determinar quais os crimes cometidos no acidente e determinar a pena aos responsáveis. A prefeitura de Itacajá, município que fica a 276 km da capital, também está sendo investigada.

O acidente aconteceu no mês de outubro deste ano, quando um caminhão transportava um grupo de 75 índios da tribo dos Krahô capotou na BR-010, próximo à Barra do Ouro. Três índios morreram e 20 ficaram feridos.

Com informações de G1 Tocantins