Resultado do Enem 2013 já está disponível para consulta; participante pode se inscrever no Sisu a partir da próxima segunda


O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta sexta o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. O candidato pode conferir o seu desempenho individual acessando a página do Inep.

As provas do Enem foram aplicadas em 26 e 27 de outubro em mais de 1.100 municípios de todo o Brasil. Segundo o MEC, para a edição deste ano foram registradas mais de 7 milhões de inscrições. A abstenção chegou a 29%.

Desde que os gabaritos foram divulgados, a expectativa girava em torno da publicação dos boletins. Uma das notas mais aguardadas é a de redação, cujo tema deste ano foi a Lei Seca.

A partir de segunda-feira (6), começam as incrições para o Sistema de Seleção Unficada. Confira a lista de universidades que fazem parte do processo no primeiro semestre de 2014.

Saiba como é calculada a nota do Enem

A metodologia de correção utilizada nas provas objetivas do Enem é a Teoria de Resposta ao Item (TRI). Neste modelo estatístico, o valor de cada uma das questões varia de acordo com o percentual de acertos e erros de estudantes naquele item. Ou seja: um item que teve alto índice de acertos é considerado fácil e, por essa razão, vale menos pontos na composição da nota final. Já o estudante que acertar uma questão que teve um alto índice de erros ganha mais pontos pelo item.

Para quê serve o Enem?

A partir da nota do Enem, o candidato pode disputar uma vaga em universidade pública por meio do Sistema de Seleção Unficada (Sisu) ou bolsa de estudo em instituição particular por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni). A participação no Enem também é pré-requisito para quem quer financiar os estudos por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ou disputar uma bolsa do Ciências sem Fronteira. Há ainda a possibilidade de o candidato usar a nota no exame para consgeuir a certificação ou diploma de conslusão do ensino médio. 

 

Com informações de Portal Goiatins